top of page

ALENTEJANA SWEATER: THE PERFECT COMBINATION OF TRADITION AND MODERN DESIGN


In collaboration with Rosários 4, Filipa Carneiro's hard work and talent have led to some incredible pieces. Authentic classics, they're iconic pieces that the knitting community looks forward to every season.


And the Alentejana Sweater is sure to be another classic. It's a yoke colorwork sweater with a simple construction. The sweater is knitted from top to bottom, in the round, seamlessly. It's a perfect piece even for less experienced knitters who are willing to learn and develop their techniques.


beige sweater with red colorwork yoke on an alentejano blanket
© Filipa Carneiro

Two different yarns were used for the garment. Filipa chose different yarn textures to enhance the colorwork pattern and create additional contrast. Piopardo yarn, a vibrantly colored, marbled yarn, was used as the contrasting color.


Piopardo is available in ten colors, and each skein weighs 50 g and contains around 165 m. We've talked about this yarn in this article here.


For the main color, Filipa used Romaria yarn. This yarn is a perfect choice for colorwork, both in knitting and crochet, not only because of its DK weight, with approximately 320 m per 100 g, but also because of the 24 luxurious colors available. You can check out Romaria's color palette here.


beige sweater with red colorwork yoke on a mustard colored sofa
© Filipa Carneiro

In fact, Romaria yarn, which is made of 100% Portuguese wool and entirely produced in Portugal, from spinning to dyeing, set the tone for this design. The idea of looking to elements of Portuguese culture as inspiration to develop a model was an inevitable path, and the patterns of Alentejo blankets gained strength in the designer's imagination. They served as inspiration for Filipa Carneiro when designing the colorwork pattern for the Alentejana Sweater and became the core element of the garment.


Alentejo blankets date back to the 14th century and were originally used by shepherds. These work blankets, made of wool, were waterproofed with olive oil to resist rain. They were blankets with simpler decoration using the natural colors of wool: brown, black, and white. Alongside these work blankets, travel blankets and home blankets were also produced. For these blankets, better-quality wool was chosen, and the yarns were dyed in bright colors. Nowadays, their use is more decorative, and there is a new approach that unites new purposes with traditional colors and themes.


The pattern for the Alentejana Sweater is available in Portuguese, English, and Spanish on Ravelry, and you can find size 5 in Portuguese for free on Rosários 4's website.


 

CAMISOLA ALENTEJANA: A COMBINAÇÃO PERFEITA DE TRADIÇÃO COM DESIGN MODERNO


O talento e o trabalho de Filipa Carneiro em colaboração com a Rosários 4 têm produzido peças que se tornam autênticos clássicos, peças icónicas que a nossa comunidade de tricotadeiras aguarda a cada temporada.


A Camisola Alentejana certamente será um desses clássicos. É uma camisola em jacquard na zona do encaixe, mas com uma construção simples. É tricotada de cima para baixo, em redondo, sem costuras, o que acaba por se tornar numa peça perfeita até para as tricotadeiras menos experientes mas que estejam dispostas a aprender e desenvolver as suas técnicas.


camisola de tricot com jacquard sobre uma manta alentejana colorida
© Filipa Carneiro

A peça foi trabalhada com dois fios diferentes. A designer tirou proveito das diferentes texturas dos fios para criar maior contraste e realçar o padrão em jacquard. Para a cor contrastante foi usado o fio Piopardo, um fio matizado, cheio de cor.


O fio Piopardo tem 10 cores disponíveis e vem em meadas de 50g com cerca de 165m por meada. Já falamos sobre esse fio neste artigo aqui.


Para a cor base, a designer usou o fio Romaria. Este fio é uma escolha perfeita para trabalhos de cor, tanto em tricô como em crochê, não só pela sua espessura DK, com cerca de 320m por 100g, mas também pela riqueza das 24 cores disponíveis. Conheça a paleta de cores do fio Romaria neste outro artigo.


camisola bege com jacquard vermelho sobre um sofá cor de mostarda
© Filipa Carneiro

Na realidade, foi o fio Romaria, que é 100% lã de origem portuguesa, com todo o processo de produção feito em Portugal, desde a fiação ao tingimento, que deu o mote a este modelo. A ideia de procurar elementos na cultura portuguesa como inspiração era um caminho inevitável, e os padrões das mantas alentejanas foram ganhando força no imaginário da designer. Filipa Carneiro encontrou nos motivos geométricos destas tradicionais mantas a inspiração para criar o padrão da Camisola Alentejana.


As mantas alentejanas remontam ao sec XIV e eram usadas originalmente pelos pastores como agasalho. Estas mantas para trabalho, feitas de lã, eram impermeabilizadas com azeite para resistirem à chuva. Tinham uma decoração mais simples e com as cores naturais da lã: castanho, preto e branco.


A par destas mantas de trabalho também existia a produção de mantas de viagem e mantas para casa. Para estas, já era escolhida uma lã de melhor qualidade, e os fios eram tingidos com cores vivas. Hoje em dia, o uso tornou-se mais decorativo e a par das cores e dos motivos tradicionais, existe uma nova abordagem com novos usos e produtos.


As instruções para a Camisola Alentejana estão disponíveis em português, inglês e espanhol no Ravelry, e o tamanho 5, em português, é gratuito no site da Rosários 4.



Kommentare


Die Kommentarfunktion wurde abgeschaltet.
KnitLeaks_Newsletter_Background.png

Thanks for subscribing!

SUBSCRIBE TO OUR NEWSLETTER

LATEST NEWS

bottom of page